quinta-feira, 1 de junho de 2017

Sem médico: Pacientes agonizam de dor e imploram por atendimento no Hospital de Itamaraju; Assista o vídeo



Quando já pensamos que já vimos de tudo em Itamaraju, vem um descaso maior ainda. Na noite da última terça-feira (30/05), vários pacientes buscaram atendimento médio no Hospital Municipal de Itamaraju (HMI) e se depararam com a unidade sem médico no Pronto Socorro.

Sendo tratados de forma desumana, pacientes aguardaram por mais de 6 horas agonizando de dor sem receber qualquer tipo atendimento ou informação de previsão da chegada do médico a unidade hospitalar. Houve princípio de tumulto.

Encontramos uma paciente que se contorcia com dor no braço. Ela já tinha ido outras três vezes no hospital e somente aplicaram uma injeção e a liberavam. Como a medida foi paliativa, lá estava ela de volta a aquela unidade de saúde se contorcendo de dor. Enfrentou mais de 6 horas de espera e foi assim que ficou sabendo que não tinha médico. Confira o vídeo abaixo.

No vídeo e nas fotos dá para perceber o número grande de pessoas a espera de atendimento, alguns pacientes chegaram a ir buscar socorro nas cidades vizinhas de Teixeira de Freitas, Prado e outros perplexos diante da precariedade acabaram desistindo.

A nossa equipe entrou em contato com o diretor do HMI, Evandro Meira, que informou que o médico que estava de plantão passou mal e deixou o plantão. Foi somente após quase 7 horas sem médico e angustiante espera, que uma atendente informou às 21h56min que em instantes outro médico daria continuidade ao plantão. Quem esteve lá afirma que aquela noite não deixará saudades ficando marcada na memória de todos.

Demagogia e descaso


O prefeito Marcelo Angênica, que é médico, se elegeu as custas de duras críticas a saúde pública de Itamaraju. Caiu de paraquedas no cenário eleitoral posando de paladino da moralidade e garantiu que após eleito iria carrear os investimentos necessários afim de melhorar a saúde dos itamarajuenses. Mais o que se vê é o prefeito e seu vice Téa Pires esbanjando gastos com licitações milionárias, enquanto o povo sofre nos corredores ou até na porta do HMI sem atendimento médico. E agora Doutor, será que mais uma vez todos esses fatos são erros e a culpa é da imprensa? (Por Maurílio Garcia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário