quarta-feira, 14 de junho de 2017

N.H.T prende criminosos que atiraram em mulher e crianças no Castelinho

Teixeira de Freitas: Nesta terça-feira, 13 de junho, o Núcleo de Homicídio e Tráfico da 8ª COORPIN de Teixeira de Freitas foi a campo após dias de investigações e cumpriram mandados de prisão e de buscas, em desfavor dos autores da tripla tentativa de homicídio, ocorrida no dia 07 de junho, na Rua José Félix Correia, no Bairro Castelinho, onde vitimou gravemente a senhora Eusilene Tiago da Silva, 38 anos de idade, e também duas crianças filhos da vítima, de 04 e 13 anos de idade.

Logo após o caso chegar a conhecimento da Polícia Civil, os delegados Bruno Ferrari e Ricardo Amaral iniciaram os levantamentos e investigações acerca do crime, que teve uma repercussão a nível nacional. A equipe do Núcleo de Homicídio e Tráfico, após diligências e investigações, com apoio do SOInt, identificou que o crime tinha ligação com o tráfico de drogas, e que os autores já haviam tentado contra a vida do esposo de Eusilene.

Ainda no curso das investigações e após descobrir a autoria do crime, o N.H.T representou pela prisão dos autores e a Juíza, Dra Adriana Tavares Lima, concedeu prontamente os mandados. O N.H.T descobriu que um dos autores estava em um sítio, no distrito de Montinho, em Itabela/BA, e as equipes se deslocaram até o local, onde após buscas, cumpriram o mandado e prenderam Ataíde Santos Demeli, 25 anos de idade, que reside na Rua Nova Esperança, no Bairro Tancredo Neves, e que foi um dos atiradores.
O Ataíde foi preso e, após ser questionado, relatou que o outro atirador foi Eduardo de Moraes Santana, 20 anos de idade, que reside na Rua Glauber Rocha, no Bairro Jardim Planalto. As equipes retornaram para Teixeira e descobriram que o crime teve um terceiro partícipe, que foi o Sidney Wellington dos Santos Ferreira, 32 anos de idade, que reside na Rua Luiz Antônio Oliveira, no Bairro São Lourenço, e que foi quem emprestou as armas e conduziu os atiradores até o local do crime.

Durante buscas na residência de Sidney, os investigadores encontraram 01 pistola Imbel .40 (Ponto 40), com brasão da República Federativa do Brasil, com número de série EKA 19345, possivelmente pertencente ao Exército do Brasil. Ainda na residência, foram encontradas 29 munições de calibre .40 e 10 munições calibre 38 Special. O Núcleo ainda descobriu que um veículo de cor branca foi usado, e as equipes seguem os trabalhos a fim de localizar o veículo.

Sidney, Ataíde e Eduardo foram presos e conduzidos à sede da 8ª COORPIN, onde foram ouvidos e os mandados foram cumpridos. Já o Sidney foi apresentado ao delegado Júlio César Telles, e foi flagranteado por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. Com isso, a tripla tentativa foi elucidada e os autores identificados e uma das armas apreendidas. O caso segue em fase final e eles estão presos à disposição da Justiça.
Em entrevista à nossa equipe de reportagem, a Coordenadora Valéria Chaves falou sobre a operação e disse que mesmo que o caso tenha sido elucidado, as investigações continuam, pois, existe a possibilidade de o trio ter participado em outros crimes. A delegada ainda falou da importância do trabalho conjunto entre a Polícia Civil e a Policia Militar, e com isso um trabalho com êxito pode ser realizado, com respostas rápidas à sociedade.
(Por: Rafael Vedra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário