terça-feira, 6 de junho de 2017

Médico é conduzido a delegacia após se recusar a atender paciente no Hospital Municipal de Itamaraju

O que seria um atendimento médico virou caso de polícia, quando a central da 43ª CIPM, recebeu uma denúncia que um médico havia se recusado a fazer um atendimento e expulsou uma paciente de dentro da unidade hospitalar nesta terça-feira (06), em Itamaraju.

A paciente afirmou a polícia que passava por um mal estar e procurou o hospital municipal, quando um médico que atendia no pronto socorro adulto relatou que a mulher deveria procurar uma unidade PSF (Posto de Saúde da Família), iniciando assim uma intensa discussão.

Uma Guarnição da PM compareceu a unidade hospitalar e os militares ouviram os envolvidos no caso e conduziram todos para a delegacia da polícia civil, onde o médico e a paciente prestaram depoimentos a equipe da delegada titular.

Testemunhas relataram que esse não foi o primeiro caso, a polícia agora deverá apurar a situação.

Em contato com o secretário de saúde do município, o mesmo relatou que está apurando o caso, no entanto os envolvidos estão passando por trâmites investigativos. Que ainda nesta terça-feira (06), ouvirá os envolvidos juntamente com o coordenador geral do hospital. Garantindo que as medidas cabíveis serão tomadas. Relatou também que busca incessantemente atender a comunidade com dignidade.

O médico esta sendo acusado de prevaricação (quando um servidor público se nega a realizar o atendimento ao qual ele é designado)
, e poderá ser afastado dos atendimentos. (Fonte Itamaraju Noticias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário