quarta-feira, 28 de junho de 2017

Itamaraju: Obra paralisada pela prefeitura causa dano ambiental à Lagoa do Jacaré

Uma iniciativa que tinha a intenção de contribuir para a preservação da Lagoa do Jacaré, localizada em pleno no centro de Itamaraju, acabou tendo efeito inverso. Fotos tiradas no local mostram que a paralização das obras de drenagem para o direcionamento da água da chuva para dentro da lagoa, vem causando um impacto negativo com a introdução de resíduos sólidos no manancial. 
A obra foi interrompida desde fevereiro deste ano, entre as ações inacabadas está o manilhamento para canalizar as aguas das chuvas, aterro de uma vala na imediação e a colocação de uma grade para vedar um bueiro que se encontra a céu aberto.
A negligencia da prefeitura Municipal de Itamaraju, aliada a realização dos festejos juninos em uma área próxima e às fortes chuvas, acabaram por agravar a ainda mais a situação, pois neste período festivo muito lixo e dejetos foram lançados no leito da Lagoa do Jacaré tornando a situação daquele ecossistema ainda mais preocupante.
Recentemente uma audiência pública convocada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), abordou vários temas ambientais no município, tais como tratamento de esgoto, coleta e destinação do lixo e acabou por selar o compromisso da prefeitura de Itamaraju com o meio ambiente e a recuperação da lagoa.
Mas mesmo com participação dos secretários de Obras, Toninho da Belomaq e do secretário de Agricultura e Meio Ambiente Ivan Favarato Filho e representantes da sociedade civil organizada (GRUPO GADS, ROSA DOS VENTOS, AGENTES COMUNITARIOS DE SAUDE) e de outros órgãos (CEPLAC, EMBASA) parece que a iniciativa não tem sido levada a sério.
Segundo informações, o grupo de ambientalistas já esteve reunido com alguns secretários e até mesmo com o prefeito Marcelo Angênica (PSDB) cobrando agilidade nas ações que envolvem a lagoa, mas não obtiveram êxito. Entre os membros do grupo, começa a crescer o descontentamento com os secretários de Obras e de Agricultura, que já estão sendo rotulados de inoperantes ao empurrar a questão com a barriga. Pelo jeito o lema “Pra cuidar e viver” não está sendo aplicado nem mesmo aos aliados do atual governo!
(Por Redação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário