sábado, 17 de junho de 2017

Armado: Polícia prende acusado de matar jovem em festa de São João antecipado em Itamaraju

No fim da tarde desta sexta-feira, dia 16 de junho, policiais militares da 43ª Companhia Independente de Itamaraju (CIPM), que faziam rondas de rotina em diferentes locais da cidade, resolveram parar em frente a um estabelecimento comercial denominado de “Bar da Nenzinha”, na Rua Mundo Novo, Bairro Liberdade, na região leste da cidade, onde muitas pessoas bebiam e conversavam.

Logo depois os militares desconfiaram de um suspeito e adentraram ao bar, onde estava Fabiano Santos da Silva, que ao ser revistado, acabou sendo flagrado em posse de um revólver calibre 38, municiado com seis cartuchos intactos, arma que estava em sua cintura. Ao ser indagado sobre o motivo de andar armado, Fabiano disse que era para sua defesa pessoal.

Segundo acaba de informar a Polícia Militar de Itamaraju, Fabiano já estava sendo procurado, pois recai sobre ele a acusação de assassinar Miquéias Santos da Silva, de 24 anos, crime ocorrido na madrugada de sábado do último dia 10 de junho, durante o evento de São João antecipado do Italage, bairro vizinho de onde aconteceu a prisão.

Atingido várias vezes à queima roupa após uma briga, Miquéias ainda chegou a ser socorrido ao Hospital Municipal de Itamaraju (HMI), onde acabou não resistindo e veio a óbito. Outros dois rapazes que também estava na festa terminaram feridos, mas conseguiram sobreviver.
Depois de ser preso armado, Fabiano Santos da Silva, também de 24 anos, foi conduzido e apresentado à Delegacia da Polícia Civil de Itamaraju (DEPOL), onde permanece preso à disposição da Justiça. Fabiano já foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo e agora a delegada Rosângela Santos, que investiga a morte de Miquéias, vai solicitar exame de comparação balística, pra tentar saber se o revólver apreendido foi o mesmo usado no crime. (Por Ronildo Brito)

Nenhum comentário:

Postar um comentário