terça-feira, 4 de abril de 2017

FALTA RESPEITO: Embasa obriga moradores da Rua Juscelino kubitschek a conviverem com dejetos de esgoto e mal cheiro por mais de 100 horas, em Itamaraju

Desde a última sexta-feira (31/03/2017) a Embasa novamente transformou a vida dos moradores da Rua Juscelino kubitschek em uma carniça, com a promessa mentirosa de 48h para solucionarem o problema, já passaram mais 100 horas, e nesta terça-feira (04/04/2017) a embasa não sabe dizer quando o problema será resolvido.
Nos últimos 30 dias é a terceira vez que o esgoto passa mais 100 horas despejando dejetos nas calçadas e residências da Rua Juscelino kubitschek, logo abaixo do ponto de moto taxi da jaqueira, além do mal cheiro, que causa náuseas, dor de cabeça, e outros sintomas desconfortáveis.
Quando os moradores entram em contato com a embasa para realizar o serviço que é cobrado mensalmente nas contas de água, com 80% dos moradores, a empresa alega um prazo de 48 horas para atender o chamado, mas na verdade dura mais de 100 para comparecer ao local.
O mais hilario que quando termina o prazo de 48 horas, e o morador faz em contato com a Embasa, os atendentes (a atendente Taciana) alegam que o serviço foi executado com sucesso. Mesmo a Embasa nunca tendo comparecido ao local.
O atendimento informa um número da ouvidoria que não existe.
Os protocolos gerados foram os seguintes: 


Sexta-feira (31/03) – 927409567
terça-feira (04/04) – 927461767
Atendente: Taciana

(Por: Lenio Cidreira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário