segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Três homicídios seguidos em Posto da Mata; professor foi morto a pauladas

Os moradores de Posto da Mata, distrito de Nova Viçosa, ficaram assustados com a violência nesse último final de semana. Logo pela manhã deste domingo, dia 5 de fevereiro, numa plantação de eucalipto próxima à Casa Salvador, às margens da rodovia BR-101, foi encontrado o corpo de Danielison Gonçalves Bonfim, o “Negão”, de 19 anos, que morava em Itabatã, município de Mucuri. No levantamento cadavérico foram constatadas cinco perfurações de arma de fogo no corpo da vítima.

Ainda no domingo (5), em um local conhecido por concentrar viciados em drogas, às margens da rodovia BR-418, um rapaz não identificado foi morto a golpes de instrumento contundente, desferidos principalmente em sua cabeça. Os corpos foram removidos ao IML de Teixeira de Freitas, para exames de necropsia.

A última vítima da violência em Posto da Mata foi o professor da rede municipal de ensino, Gilson Queiroz dos Santos, de 51 anos de idade, assassinado a pauladas na cabeça, dentro de sua própria casa, no Bairro Cajueiro. O educador, que dava aulas há cerca de 20 anos, estava em casa bebendo, quando dois homens chegaram e adentraram ao imóvel. Mais tarde a vítima foi encontrada morta e com o rosto desfigurado.

A arma usada no assassinato, um pedaço de madeira, foi encontrada ao lado do corpo. Autoria e motivação dos assassinatos são desconhecidas e as investigações seguem sendo comandadas pelo delegado Maderson Dias, titular da Polícia Civil no município de Nova Viçosa. (Da redação TN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário