sábado, 4 de fevereiro de 2017

Marcelo trocou burro em revólver e acabou preso no interior de Alcobaça

Na noite da quinta-feira, dia 2 de fevereiro, policiais da CIPE-Mata Atlântica, prenderam um vaqueiro na zona rural de Alcobaça, próximo ao vilarejo conhecido como “Igrejinha”. O homem, que segundo informações é trabalhador, foi abordado enquanto era transportado na garupa de uma motocicleta. Como havia ocorrido um assalto minutos antes, onde dois homens armados tomaram de assalto um veículo em Teixeira de Freitas, os policiais deram ordem de parada e fizeram revista pessoal no piloto e no carona, e buscas na bolsa que um deles carregava.

Dentro da bolsa, pertencente ao vaqueiro Marcelo da Cruz Silva, de 25 anos de idade, que reside na zona rural de Alcobaça, foi encontrado 01 revólver Taurus, calibre 38, com número de série 271134 e 02 cartuchos intactos. Marcelo recebeu voz de prisão e foi conduzido à sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, onde o caso foi registrado e apresentado à delegada Waldiza Fernandes, de plantão na unidade.

Produrado, Marcelo não quis gravar entrevista, mas, disse que havia trocado a arma em um animal (burro), o qual ele teria usado para viagem.

A delegada ouviu os policiais e já no fim da noite, ouviu Marcelo. Com base nos depoimentos colhidos e nas provas apresentadas, a delegada flagranteou o vaqueiro por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido (artigo 14). Foi arbitrada fiança e se a mesma for paga, Marcelo irá responder pelo crime em liberdade. A arma foi apreendida e encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) para perícia. (Da redação TN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário