sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Enfermeiro é brutalmente assassinado na orla marítima do Prado

Marcelo foi morto a golpes de pau e pedra
Foto: Prado Notícia
Nesta sexta-feira, dia 3, o enfermeiro Marcelo Correia Guerra, de 41 anos, foi morto a pauladas e pedradas, próximo à Cabana do Gil Mineiro, na orla marítima do Prado.

Segundo os policiais da 88ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), o crime aconteceu durante a madrugada e o corpo foi encontrado no início da manhã. A vítima estava apenas de camisa e a parte de baixo despedida. Os golpes foram dados principalmente na cabeça.

Após guia assassinada pelo delegado Júlio Telles, titular da Polícia Civil do Prado, o corpo foi removido ao IML de Itamaraju, para exames de necropsia. Autoria e motivação do bárbaro

Marcelo Guerra era enfermeiro e trabalhava no Hospital Municipal do Prado e na Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA). Ele era conhecido por ser uma pessoa tranqüila e atenciosa. (Da redação TN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário