domingo, 29 de janeiro de 2017

Teixeira: Núcleo de Homicídio elucida 01 homicídio e uma 01 tentativa e apresenta autores e armas

Teixeira de Freitas: A Polícia Civil de Teixeira de Freitas, sob a nova coordenação da delegada Valéria Chaves, em trabalhos de investigações e levantamentos, comandados pelo delegado titular Manoel Andreetta e com apoio dos delegados Bruno e Ricardo Amaral, elucidaram 02 homicídios consumados e um homicídio tentado, com autores reconhecidos e indiciados e a arma do crime apresentada.

A equipe de investigadores, liderada pelo investigador Sérgio Adriano, foi a campo e durante semanas de diligências e buscas por provas, chegaram primeiro a autoria do crime que vitimou José Ricardo Alcântara Souza, o "Ricardinho", morto a tiros na noite do dia 21 de julho de 2016, no Bairro Vila Vargas, em uma ação executada por dois indivíduos a bordo de uma moto. Os trabalhos de investigações apontaram que a motivação do crime foi o envolvimento com o tráfico de drogas na região.
Os autores dos crimes foram identificados como sendo, Wallas de Jesus Ferreira e João Paulo Fernandes Santos, o "Paulinho". A arma usada no crime, um revólver Taurus calibre 38, foi localizada e encaminhada para a perícia, onde será realizada a microcomparação balística. Os acusados foram ouvidos e segundo o delegado Manoel Andreetta, negaram a autoria do crime, mas, a Polícia possui provas que o crime foi cometido pela dupla. Segundo o delegado, o procedimento está em fase de conclusão, e ele aguardará os resultados da perícia.

O Núcleo de Homicídio deu continuidade aos trabalhos de investigações e chegaram a autoria de um homicídio tentado, onde a vítima foi a jovem Jéssica Rodrigues Luz, que estava grávida de 04 meses, e foi alvejada por 05 tiros no dia 11 de janeiro deste ano, no Bairro São Lourenço. Na ação, testemunhas relataram que o autor chegou em uma moto e efetuou os disparos. O autor do crime foi João Paulo Fernandes Santos, o "Paulinho", que tentou ceifar a vida de Jéssica por medo dela testemunhar contra ele, em um procedimento que segue em andamento. A equipe do Núcleo de Homicídio localizou a arma usada nesta ação, um revólver calibre 32, que foi apreendido e também encaminhado à perícia.
Segundo Manoel Andreetta, os trabalhos irão continuar, e está sendo investigado a participação de Paulinho e Wallas em outros crimes. O delegado disse que, orientado pela coordenadora Valéria, os trabalhos estão sendo intensificados para a elucidação de outros crimes. Após prisão realizada pela Polícia Civil do Ivanildo, o "Negão", que é investigado em cerca de 14 homicídio e a prisão do Paulinho, a PC além de tirar de circulação 02 homicidas frios e perigosos, consegue evitar novas práticas e retira 03 armas de fogo das mãos de criminosos, conseguindo, assim, elucidar diversos crimes contra a vida.

Manoel Andreetta disse que toda a 8ª COORPIN está motivada e com vontade de trabalhar, mas, pediu a população que se tiver qualquer informação que possa ajudar a Polícia em elucidação de outros crimes e também em indivíduos suspeitos, denunciar através do 197 [Polícia Civil] ou também do 190 [Polícia Militar], que o sigilo é absoluto. (Por: Rafael Vedra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário