domingo, 11 de dezembro de 2016

Mãe é presa acusada de maltratar filha de cinco anos; menina presenciava relações homossexuais

Mãe é presa acusada de maltratar a filha de cinco anos em Medeiros Neto
Marisa Silveira Alves foi presa por policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional PETO da 44ª CIPM de Medeiros Neto, acusada de maus tratos contra a filha de penas cinco anos de idade. A prisão aconteceu no bairro Uldurico Pinto na tarde da última sexta feira, 09 de dezembro.

A prisão se deu depois que vizinhos da acusada acionaram o Conselho Tutelar denunciando que a criança de cinco anos estava sendo vítima de maus tratos, agressões, tortura e violência psicológica pela própria mãe.

Quando os policiais chegaram ao local para averiguar a denuncia encontraram a casa de portas e janelas abertas, a mãe e dois homens dormindo em visível estado de embriaguez, somente a criança estava acordada. Dentro da casa, foram localizadas garrafas de bebida alcoólica.
A criança relatou aos policiais e as conselheiras tutelares que era espancada pela mãe quase todos os dias, e ainda era obrigada a assistir os dois homens manter relações sexuais com a permissão da genitora. A garotinha contou também que a mãe a chamava de prostituta e muitas vezes passava fome porque não deixava ela se alimentar.
A mãe é usuária de drogas e é agressiva, tendo ameaçado de morte alguns parentes, informou a polícia. Um dos filhos da acusada também foi ameaçado,. Ele foi um dos que denunciaram a mãe. No corpo da criança é possível ver as marcas das agressões

Essa não é a primeira vez que a mãe agride a criança, segundo o Conselho Tutelar.A criança foi encaminhada para a casa de um tio, que ficou responsável pela tutela.
(Por Neuza Brizola/Fotos: Sessé Guimarães)

Nenhum comentário:

Postar um comentário