quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Jovem que completou 18 anos ontem é preso pelo PETO em Teixeira após assaltar mulheres

Teixeira de Freitas: No início da tarde desta quarta-feira, 14 de dezembro, policiais militares do PETO conseguiram prender um jovem, que andava a bordo de uma bicicleta branca, e que usava uma faca para assaltar mulheres em Teixeira de Freitas. O mesmo foi abordado e preso na Rua Félix Correia, no Bairro Castelinho, onde durante revista pessoal foi encontrado com ele, 01 faca tipo peixeira e 02 aparelhos celulares, sendo 01 Samsung e outro LG.

O acusado foi identificado como sendo, Geovane Lima Almeida, que completou 18 anos de idade na última terça-feira (13), e que reside na Rua D, no Bloco 24, no Residencial Castelinho. O mesmo recebeu voz de prisão e foi conduzido à sede da Delegacia de Polícia Civil, onde o caso foi registrado e apresentado ao delegado Ricardo Amaral. As vítimas estiveram na delegacia e reconheceram o Geovane como autor dos assaltos.
Em entrevista à nossa reportagem, Geovane confessou os crimes, e disse que saiu "pra fazer uma caminhada", e que os celulares era fruto da caminhada. Ele disse que nunca tinha sido preso e nem apreendido, e questionado sobre ter completado 18 anos recentemente, ele disse que era "onda doida". O mesmo deu risada a ser questionado o que ele pensava sobre passar natal e réveillon atrás das grades, ele sorriu e disse "oh que onda vey, laranjada".

O delegado Ricardo ouviu os militares, ouvirá as vítimas e o acusado, mas, como o crime foi configurado pelas provas apresentadas (reconhecimento das vítimas e pelo autor ter confessado o crime), ele será flagranteado por roubo cometido por uso de arma, crime previsto no artigo 157 do Código Penal. Geovane foi conduzido até a carceragem da 8ª COORPIN e, após ser apresentado na audiência de custódia, deverá ser transferido para o CPTF.
Após divulgação da imagem e dos modos de atuação do acusado, novas vítimas poderão aparecer. A bicicleta segue detida na sede da Delegacia Territorial e os celulares serão devolvidos às vítimas. (Por: Rafael Vedra)


Nenhum comentário:

Postar um comentário