terça-feira, 29 de novembro de 2016

Colômbia: Repórter sobrevivente de voo pediu que hospital ligasse para sua mulher

Um responsável pelo hospital onde o jornalista Rafael Henzel, 43 anos, sobrevivente da queda do avião que levava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, está internado, ligou para a mulher do comunicador para informar o estado de saúde dele na manhã desta terça-feira (29).

Conforme o locutor Ori Rodrigues, colega de trabalho de Henzel na rádio Oeste FM, a mulher de Henzel foi contatada por um responsável da unidade de saúde. “Foi ele [Rafael] que pediu para o hospital fazer a ligação”, disse Rodrigues.

“Eles disseram para ela que ele está consciente, em estado estável e era para ela ficar calma”, disse o locutor, que conversou com a mulher do sobrevivente. Segundo ele, a mulher estava nesta tarde de terça (29) na Arena Condá, tratando de seu embarque para Medellín, na Colômbia.

Informações preliminares divulgadas para a família dão conta de que Henzel passou por uma cirurgia na perna e teve fratura no tórax.

“Rafael é um cara de muita sorte, tem um santo forte. Foi um dos primeiros a se ter notícia que estava vivo”, disse Rodrigues. Outro jornalista da mesma rádio, Renan Agnolin, também estava no voô, mas não estava na lista dos sobreviventes. 
(Informações: G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário