terça-feira, 8 de novembro de 2016

Centrais sindicais querem parar o Brasil no dia 11 de novembro

Sindicatos de todas as categorias estão sendo mobilizados para a greve geral
Centrais sindicais organizam para sexta-feira (11/11) o dia nacional de greve em protesto contra a retirada de direitos dos trabalhadores pelo governo Michel Temer. A ideia das lideranças sindicais é mobilizar os trabalhadores para paralisar o país em protesto contra as medidas que vem sendo anunciadas pelo governo federal. 

Na pauta do que os trabalhadores consideram retrocessos estão: A PEC 55 (anteriormente PEC 241), aprovada em dois turnos na Câmara e encaminhada ao Senado, que prevê o congelamento dos investimentos públicos para os próximos 20 anos; o Projeto de Lei (PL) 4.567/2016 que altera o papel da Petrobras na exploração do pré-sal. 

Além de não ser mais operadora única, a empresa também não terá direito ao mínimo de 30% da produção, conforme previa lei aprovada durante o governo Lula; a Reforma da Previdência, uma das prioridades do governo que propõe aumentar a idade mínima de aposentadoria para 65 anos e igualar a idade entre homens e mulheres e entre trabalhadores do campo e da cidade e o prejuízos para os aposentados com a vinculação dos benefícios da previdência aos reajustes de salários mínimos; a PL 4.330 que tramita no Senado como PLC 30, que prevê a terceirização irrestrita das atividades-fim nas empresas, considerada como a precarização do trabalho anulando a importância da CLT na proteção aos direitos dos trabalhadores; dentre outros pontos de pauta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário