quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Casal é preso com 3 quilos de “maconha” e “cocaína” na cidade do Prado

Policiais militares prenderam um casal em posse de uma grande quantidade de drogas na cidade de Prado. A prisão se deu após a PM receber a informação que um determinado estabelecimento comercial do bairro São Sebastião havia recebido uma carga de drogas. O entorpecente estava camuflado em um cômodo nos fundos de um estabelecimento denominado de “Bar K Te Espero” na Avenida José Fontes Mascarenhas, no bairro São Sebastião, na zona oeste da cidade.

Conforme o comandante do 3º Pelotão da Polícia Militar de Prado, 1º tenente Divaldino Filho, a equipe ao chegar no local indicado, o estabelecimento estava fechado, mas a equipe ao chamar, foi recebida pelo proprietário do imóvel, o senhor Etude Xavier da Silva, 67 anos, que mora nos fundos do seu estabelecimento comercial e permitiu que os PMs adentrasse no seu imóvel. No local a PM encontrou a jovem Rayane de Farias Bolsoni, 20 anos, natural de Itamaraju e moradora do bairro Cambolo, em Porto Seguro-BA.

A jovem se encontrava com um pacote ao seu lado que após ser observado pelos militares foi possível se detectar que continha dentro, a quantia de 11 pinos de cocaína. Quando questionados sobre a existência de mais drogas, o casal abriu o quarto e mostrou o carregamento da droga que tinha parte camuflada dentro de um colchão e outra parte guardada sob uma bolsa preta.

Com o casal Etude Xavier da Silva, 67 anos, e Rayane de Farias Bolsoni, 20 anos, foi apreendido um tablete de “maconha”, pesando aproximadamente 1 kg; 7 porções de 50 gramas; 16 porções de 25 gramas; 40 buchas de “maconha”, já embaladas e prontas para comercialização; 16 pinos de “cocaína” e mais uma porção de aproximadamente 40 gramas da mesma substância entorpecente.
Com eles ainda a PM apreendeu um rolo de papel alumínio, a quantia de R$ 143,00 em espécie, e um aparelho de celular. O casal foi recambiado para a sede da 8ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil em Teixeira de Freitas, onde foi autuado em flagrante delito por crime de tráfico de drogas. O flagrante foi lavrado pela delegada Waldiza Fernandes, chefe do plantão regional no feriadão da proclamação da república na circunscrição da 8ª Coorpin.

A jovem Rayane que teria transportado a droga até a cidade do Prado, disse em depoimento a Polícia Civil que o carregamento teria destino às mãos de dois homens que ela identificou por “Preto” e “Xará”, que segundo a polícia, são nomes inventados por ela para não delatar os verdadeiros envolvidos no esquema criminoso. 
(Por Athylla Borborema).

Nenhum comentário:

Postar um comentário