sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Quatro escritores teixeirenses são anunciados no Mapa da Palavra na abertura da 6ª FLICA de Cachoeira

Quatro escritores teixeirenses são anunciados no Mapa da Palavra na abertura da 6ª FLICA de Cachoeira
Ao longo de quatro dias, o Recôncavo Baiano recebe milhares de visitantes que chegam à região para participar da 6ª Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), lançada oficialmente nesta quinta-feira (13/10) e segue até domingo (dia 16). Vindo de diversos países e regiões brasileiras, o público estimado em mais de 20 mil pessoas contará com uma vasta programação voltada para a arte literária, e também outras manifestações artísticas.

O secretário de Estado da Cultura da Bahia, Jorge Portugal, iniciou os trabalhos, no Claustro do Convento do Carmo, dando viva a Bob Dylan, vencedor do Nobel de Literatura, neste dia. “Tenho uma paixão natural pela Flica. Pessoalmente já estou nela há cinco anos seguidos. A festa é um paraíso pensado por aqueles que amam o conhecimento”, disse o secretário.
Jorge Portugal também falou sobre como o apoio do Governo do Estado impulsionou o evento. E na seqüência ao lado da diretora da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), Fernanda Tourinho, fez o lançamento do portal e de publicações do Mapa da Palavra, projeto de mapeamento dos artistas literários e que objetiva incentivar a literatura na Bahia.
O projeto de mapeamento identificou artistas da palavra nos 27 territórios de identidade da Bahia, visando ajudar a divulgar suas produções. A partir do lançamento na Flica, já se tornou possível consultar o site, com o registro de 170 artistas da palavra. Destes, 32 têm textos publicados na revista CartoGRAFIAS, que teve quatro edições lançadas e distribuídas na Flica.

Dos 32 poetas baianos selecionados com suas obras para o Mapa da Palavra e homenageados na abertura da 6ª FLICA, estão quatro escritores teixeirenses, todos membros titulares da ATL – Academia Teixeirense de Letras, os quais são: Almir Zarfeg, Athylla Borborema, Celso Kallarrari e Silvio Castro Rosas.
O Mapa da Palavra é uma ação da Coordenação de Literatura/Dirart da Funceb, entidade vinculada à SecultBA. O site conta com minibiografias e trabalhos literários dos autores, como uma galeria permanente dos artistas da palavra da Bahia, e já pode ser consultado pelo endereço www.mapadapalavra.ba.gov.br. O Portal inclui o conteúdo completo das publicações impressas que estarão sendo lançadas na Flica.
“Apresentamos este primeiro resultado para a possibilidade de uma leitura coletiva, buscando juntos enxergar uma estrutura ampla e significativa, revelando caminhos para um maior diálogo entre seus agentes, na expectativa de alicerçar novos projetos que contribuam com o fomento, difusão e circulação da literatura da Bahia”, considera Fernanda Tourinho. (Com informações de Anna Larissa Falcão).

Nenhum comentário:

Postar um comentário