quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Polícia Civil prende maior e apreende dois menores acusados de impor terror em Teixeira de Freitas

Em uma ação destinada ao combate de crimes contra o patrimônio, a Polícia Civil de Teixeira de Freitas, através dos seus investigadores, na manhã desta terça-feira, dia 18 de outubro, lograram êxito em apreender dois infratores que segundo a polícia, vinham perpetrando furtos e roubos na cidade,

Logo de manhã uma jovem foi vitima de roubo, no Bairro Bela Vista, região central da cidade, tendo sido levada dela uma mochila com documentos pessoais, dinheiro e papeis diversos.

Com a ação dos policiais civis e a condução dos apreendidos para a sede da 8ª Coorpin, essa vítima reconheceu um dos adolescentes como o autor do roubo de sua mochila, justamente o que estava na garupa da moto, reconhecendo também por semelhança, a motocicleta, de cor vermelha que estava com eles no momento da ação policial.

Essa moto foi justamente a apreendida com os adolescentes próximo à Rua Mauá, onde eles tentavam um novo roubo, logo após o primeiro crime praticado no bairro Bela Vista. Os investigadores em continuidade da diligência investigativa, conseguiram encontrar os produtos roubados, inclusive a mochila e o dinheiro, já no bairro Teixeirinha.

Ali foi possível ser identificado um terceiro elemento formador da quadrilha, Luciano Conceição de Jesus, o “Bolão”, que no momento do ataque à jovem, segundo os investigadores, estava pilotando a motocicleta Suzuki, placa JRY-3323.
Nenhum dos acusados possui habilitação, e por isso o proprietário da moto responderá também pelo delito de ter entregue o veículo automotor a pessoa não habilitada (Código de Trânsito).

Os três elementos, dois adolescentes e o maior, além do proprietário da moto, seguem sendo investigados em outros crimes de roubo. Os envolvidos alegaram que não usavam a arma e somente faziam menção em portá-la para intimidação das vítimas.

A Polícia Civil pede a quem tenha sido vítima dos elementos, que usavam a motocicleta, de cor vermelha nos ataques, que dirijam-se à sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, pois as investigações ainda estão em curso. (Da redação TN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário