terça-feira, 6 de setembro de 2016

Jovens são mortas a caminho do trabalho; vítimas estavam nuas e amarradas

Família e amigos alertaram para o desaparecimento quando as jovens não chegaram na empresa onde trabalhavam como aprendizes


Familiares encontraram os corpos de duas jovens de 19 anos em um matagal de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Elas estavam desaparecidas desde a manhã desta segunda-feira (5) quando saíram para trabalhar, por volta das 6h30, e não chegaram na empresa.

Segundo o G1, os corpos foram encontrados pelo tio de uma delas, no Distrito Industrial. Como não chegaram no trabalho, familiares acionaram a Polícia Militar por volta das 10h. Eles também usaram as redes sociais para divulgar fotos e pedir ajuda para localizá-las.
Elas estavam nuas e com as mãos amarradas com as próprias roupas
(Foto: Reprodução/TV Grande Rio)
Os corpos estavam perto de uma pista de motocross. Familiares contaram ao G1 que as garotas trabalhavam como aprendizes e todos os dias passavam pelo local onde os corpos foram localizados.

Ainda de acordo com a publicação, elas estavam nuas e com as mãos amarradas com as próprias roupas. Os corpos também tinham perfurações no pescoço, mas a arma do crime não foi informada pela polícia. A suspeita é de que elas foram estupradas e depois mortas. A autoria e a motivação dos crimes serão investigadas Departamento de Homicídios de Petrolina. (Correio24h)

Nenhum comentário:

Postar um comentário