sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Seis municípios baianos lideram entre 15 os mais violentos do Brasil

Mata de São João é considerada a cidade mais violenta do país, segundo Mapa da Violência
Mata de São João é primeiro município baiano a aparecer
(Foto: Divulgação)
Seis municípios da Bahia estão entre os 15 mais violentos do Brasil. Segundo os dados do Mapa da Violência, a cidade de Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), aparece em primeiro lugar com o maior número de homicídios por armas de fogo no país. A pesquisa considera o número de crimes praticados entre 2012 e 2014. Foram 135 casos nesse período no município.

Simões Filho (8º), Pojuca (9º), Lauro de Freitas (10º), Itabuna (13º) e Porto Seguro (14º) também aparecem no ranking. No total, 14 dos 15 municípios mais violentos estão no nordeste. A Bahia é seguida por Alagoas, com cinco cidades; Ceará, com duas; e Paraíba, com uma. O município de Ananindeua, no Pará, foi a única exceção. A cidade ocupa a 7ª posição entre os 15 primeiros.

O estudo foi elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), uma organização internacional e intergovernamental.

No total, dos 417 municípios baianos, 29 aparecem entre os 150 mais violentos. Quando se leva em consideração a porcentagem de cidades por estado, a Bahia caí para a 5ª posição. Alagoas lidera, seguida por Ceará, Sergipe e Espírito Santo. A maioria das vítimas são homens, entre 15 e 29 anos.

Em 2014, morreram 30,7 pessoas por 100 mil habitantes na Bahia, o que representa um crescimento de 161,7% entre 2004 e 2014 e de apenas 7,8% em relação a 2013. Os números deixam o estado atrás de Alagoas, Ceará e Sergipe, na região Nordeste.

Capital

A cidade de Salvador ficou na 3ª posição entre as capitais mais violentas do país, com 1.102 homicídios por arma de fogo registrados em 2014. A capital baiana perde apenas para Fortaleza (CE), com 2.026 casos, e São Paulo (SP), com 1.181 registros no mesmo ano. De 2009 a 2014, no entanto, houve redução no número de homicídios a cada.

Em 2014, a região Nordeste registrou 18.119 ocorrências superando todas as outras regiões do país. A região Sudeste foi a 2ª colocada com 11.714 casos; a região Sul ficou em 3º lugar, com 4.618 situações; a região Centro-oeste ficou na 4ª colocação com 3.888 homicídios; e a região Norte em última posição, com 3.932 ocorrências; No Brasil, foram 42.291 casos registrados.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que existe um conflito entre os dados utilizados pelo Mapa da Violência e os registros feitos pelas secretarias de polícia em todo o Brasil. Confira a nota na íntegra logo abaixo:

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia esclarece que existe um conflito entre os dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), utilizados pelo Mapa da Violência, com as informações do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), ferramenta que concentra os registros oficiais das polícias estaduais brasileiras. A SSP não confirma se os procedimentos adotados pelas secretarias municipais de saúde da Bahia são iguais aos das outras cidades brasileiras, além de destacar a falta de padronização no preenchimento dos formulários encaminhados para o DATASUS. (Correio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário