quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Com a prisão de "K2" Polícia Civil elucida homicídio no Bairro Liberdade: Autor contou detalhes

Teixeira de Freitas: O delegado titular da 8ª COORPIN, Manoel Andreetta, que vinha investigando o homicídio ocorrido no Bairro Liberdade II, onde uma jovem foi morta a facadas, conseguiu elucidar o caso e teve a confissão do autor do crime. Trata-se de Ernando Barbosa Lima, vulgo “K2”, 28 anos de idade, natural de 02 de Abril/MG, que foi preso por militares da 89ª CIPM em Ibiranhém. Ernando cumpria pena no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, em junho passou a cumprir pena no regime semiaberto.

No dia 03 de junho, o mesmo esfaqueou e matou Poliana Reis Souza, 24 anos de idade. Questionado sobre o crime, “K2” disse ao delegado Manoel Andreetta que ainda quando estava preso, ficou sabendo que seu primo, de nome Enilton e que era marido de Poliana havia desaparecido. Então, ao começar a sair do presídio para trabalhar, Ernando passou a questionar Poliana sobre o primo. O mesmo disse ainda que chegou a pedir para a Poliana informar onde estava o corpo do primo, para enterrá-lo forma digna.

Em entrevista à nossa reportagem, o delegado titular disse que “K2” contou, que no dia 03 de junho, ele estava na Rua Camboja, quando encontrou a Poliana, e mais uma vez perguntou sobre Enilton, e dessa vez a mesma começou a zombar e a dar risada. Então, o mesmo foi em casa, vestiu uma camisa e pegou uma faca e colocou na cintura. Ele voltou para a referida rua e cercou Poliana, e voltou a perguntar de Enilton, então, a mesma o ofendeu e falou que se o mesmo quisesse poderia matá-la.
Então, “K2” sacou a faca e desferiu dois golpes contra a Poliana. Após as facadas, o acusado saiu andando e disse que chegou a ouvir a mesma pedindo socorro e andando pela rua. K2 disse que ficou sabendo da morte de Poliana através do Liberdade News, já em Ibiranhém, local onde ele foi preso. Após o crime, em junho, polícias do PETO foram até o local, onde apreenderam a faca usada no crime, e auxiliaram no socorro da vítima, que não resistiu e morreu no HMTF.

Segundo o delegado Manoel Andreetta, Ernando [K2] foi encaminhado ao Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, onde dará cumprimento à pena anterior e responderá a uma medida administrativa, já que fugiu do semiaberto. Além de ser indiciado pelo homicídio de Poliana. (Por: Rafael Vedra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário