quarta-feira, 30 de março de 2016

E lá vão os companheiros batendo recordes negativos na economia

As contas do setor público consolidado, que englobam governo, Estados, municípios e as estatais, registraram em fevereiro um déficit de R$ 23,4 bilhões. Trata-se do pior resultado para o mês desde o início da série histórica medida pelo Banco Central, em 2002


 É a terceira vez que a gestão Dilma tenta reduzir a meta fiscal deste ano… Ou melhor: é a terceira vez que o governo Dilma tenta aumentar o rombo neste ano.
As contas do setor público consolidado, que englobam governo, Estados, municípios e as estatais, registraram em fevereiro um déficit de R$ 23,4 bilhões. Trata-se do pior resultado para o mês desde o início da série histórica medida pelo Banco Central, em 2002.

No acumulado do primeiro bimestre deste ano, houve um superávit de R$ 4,87 bilhões. Apesar de positivo, é também o pior desempenho do indicador em 15 anos. Os números apresentados nesta quarta pelo BC evidenciam, claro!, que o Brasil não conseguirá cumprir a meta fiscal fixada no Orçamento de 2016, de superávit primário 0,5% do PIB, ou R$ 30,5 bilhões. Aliás, vai descumpri-la de forma escandalosa!

O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, já enviou ao Congresso um projeto de lei para alterar a LDO e, com isso, permitir que as contas do governo tenham um rombo de até R$ 96,6 bilhões. É a terceira vez que a gestão Dilma tenta reduzir a meta fiscal deste ano… Ou melhor: é a terceira vez que o governo Dilma tenta aumentar o rombo neste ano.

Não é mais uma peça orçamentária. É só uma vergonha. (Por: Reinaldo Azevedo)



Nenhum comentário:

Postar um comentário