terça-feira, 30 de setembro de 2014

Criança que estava desaparecida em Prado foi mesmo vítima de afogamento

Criança que estava desaparecida em Prado foi mesmo vítima de afogamento 
A garota Regina Rosa dos Santos, de apenas 9 anos de idade, estava desaparecida desde o último sábado, dia 27 de setembro, quando participava de uma pescaria em companhia da família no Rio Jucuruçu. Como pescadores e mergulhadores anônimos não conseguiram encontrar a criança, desde o período da manha da última segunda-feira (29), militares do Corpo de Bombeiros de Teixeira de Freitas, especialistas em mergulhos de salvamento e resgate, entraram no caso. A profundidade do rio, forte correnteza e a cor turva da água dificultaram a localização. Mas no final da manhã desta terça-feira, dia 30 de setembro, uma ação conjunta dos Bombeiros e pescadores terminou com a localização do corpo, que estava nos fundos do Núcleo de Educação Ambiental (NEAM), no bairro da Ribeira, bem abaixo de onde a criança foi vista com vida pela última vez. Cerca de 40 pessoas da família da garota permaneceram acampados às margens do rio, onde montaram uma espécie de base para que as buscas fossem implementadas. Logo após o achado, o corpo acabou sendo removido ao Departamento de Polícia Técnica de Itamaraju (DPT), para exames de necropsia. O sepultamento foi marcado para acontecer na própria cidade do Prado. Os familiares da menor residem no Assentamento Rosinha do Prado, interior do município e teriam passado a manhã do sábado(27), dia do sumiço, em um sítio de amigos às margens do rio Jucuruçu, numa comemoração de aniversário. Mais tarde alguns resolveram fazer uma pescaria, momento que a criança desapareceu. 
(Da redação TN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário