sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Jornalista Jel Lopes é assassinado com 6 tiros em pleno centro de Teixeira de Freitas

Jornalista Jel Lopes é assassinado com 6 tiros em pleno centro de Teixeira de Freitas 
O radialista e jornalista Jeolino Xavier Lopes, o “Jel Lopes”, 44 anos, diretor e editor do site Portal N3, foi abatido com 6 tiros por volta das 21h15 desta quinta-feira (27/02), no interior do seu veículo, um Volkswagen modelo Voyage, cor verde, plotado com a marca do seu portal, em frente ao prédio de nº 348 da Rua da Saudade, no bairro Bela Vista, numa região central de Teixeira de Freitas. A sua namorada Daniele Ferreira dos Santos, 25 anos, acabou ferida na perna direita por um projétil de arma de fogo. O jornalista já teria ido ao local visitar o colega Djalma Ferreira, 60 anos, que é repórter esportivo da Rádio Sucesso FM e está recém operado de hérnia e após a visita o jornalista e sua namorada resolveram ir à rua vizinha comer uns petiscos numa barraca tradicional de espetinhos. Após o lanche, o jornalista Jel Loes retornou ao prédio para deixar o repórter e tão logo o colega desceu e partiu para abrir o portão, um carro, possivelmente modelo Toyota Corola, cor cinza ou branca, emparelhou ao seu veículo e um homem da porta dos fundos desceu e disparou vários tiros contra o jornalista que estava ao volante do seu carro. 
 lopesdd1 
O repórter esportivo Djalma Ferreira ainda não tinha conseguido abrir o portão quando os tiros aconteceram, mas ele preferiu não olhar para trás e adentrou no seu prédio e bateu o portão. Só quando ouviu os gritos de socorro da namorada do jornalista, ele saiu para verificar o que tinha ocorrido. A namorada do jornalista estava no banco de trás, porque teria oferecido o banco do carona para o repórter esportivo que está recém operado. A moça conta que não conseguiu enxergar absolutamente nada, porque foi tudo muito rápido e aconteceram os tiros no momento que ela se preparava para descer da porta traseira para ocupar o banco da frente e a única coisa que conseguiu observar, foi um carro claro fugindo em direção ao mesmo sentido do carro da vítima. No local os peritos Manoel Garrido e Everton dos Anjos recolheram no chão três cápsulas calibre 9mm e um projétil. Outro projétil foi localizado na caixa de ar do painel do carro da vítima. Segundo o perito criminal Manoel Garrido, o jornalista Jel Lopes foi assassinado com 6 perfurações, duis que lhe atingiram a parte baixa da cabeça e 4 na região do tórax, todos com orifícios de entrada pelo lado esquerdo. 
 lopesdd2 
Durante os exames de medicina legal no Instituto Médico Legal de Teixeira de Freitas, a equipe da médica legista Cesarina Siqueira, constatou que quatro dos 6 tiros que atingiram o jornalista, tiveram seus projéteis transfixados, inclusive os dois que lhe atingiram a parte baixa da cabeça que quebraram sua mandíbula. E dois projéteis foram extraídos durante a necropsia alojados no coração do jornalista. Pela dinâmica do local do crime, o perito criminal Manoel Garrido, acredita que o projétil que atingiu e se alojou na perna direita da namorada do jornalista, seja um dos que transfixaram do corpo da vítima. 
(Por Athylla Borborema)

Nenhum comentário:

Postar um comentário