domingo, 10 de março de 2013

Corpos de jovens mortos a tiros são encontrados carbonizados no interior do município de Caravelas

Dois jovens aparentando cerca de 20 anos, foram encontrados mortos e com os corpos carbonizados no início da noite deste sábado (09/03), em meio a uma estrada, ao lado de uma Lagoa e de um plantio de Eucalipto na área da fazenda Bela Vista-I no município de Caravelas. Os homens foram mortos a tiros e depois tiveram seus corpos carbonizados pelo fogo ateado muito provável pelos criminosos. 
Para se chegar ao local onde os corpos foram encontrados, se trafega no sentido Teixeira de Freitas a Posto da Mata e 10 quilômetros depois de Teixeira, logo na altura do Km-890 da BR-101, num acesso à direita, cerca de 3 quilômetros depois através de uma estrada vicinal. Os corpos dos homens, que já estavam sendo devorados pelos abutres em razão das vísceras que estavam expostas e os crânios que também foram dilacerados pela violência dos disparos.
O local do evento delitivo é território do município de Caravelas, mas por causa da proximidade com a cidade de Teixeira de Freitas, o delegado Marco Antônio Neves, titular da Polícia Civil de Teixeira e os seus policiais Alex Pereira e Jairo Nogueira estão procedendo as investigações neste primeiro momento para posteriormente remeter o procedimento para a Polícia Civil de Caravelas.
No local do achado dos corpos, os peritos Marco Antônio Lima, Pedro Paulo e Everton dos Anjos, do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas evidenciaram que o duplo crime ocorreu na noite do dia anterior (sexta-feira). E segundo o perito criminal Marco Antônio Lima, cada um dos jovens recebeu um tiro de grosso calibre por trás da cabeça e eles foram levados ao local para que fossem executados, com as mãos amarradas.
Além da descoberta que as vítimas foram imobilizadas e levadas ao local para a dupla execução, vestígios de um recipiente plástico derretido também foram descobertos pelos peritos que possivelmente foi o vasilhame que os criminosos usaram para transportar o combustível que jogaram nos corpos e depois atearem fogo.
O delegado Marco Antônio Neves ouviu os operários da sede da Fazenda Esperança, vizinha do local onde houve o duplo assassinato e os trabalhadores disseram que por volta das 08h da noite desta última sexta-feira (08), ouviram os estampidos de 4 tiros e só na tarde deste sábado (9), uma pessoa que passava a cavalo pelo local, descobriu os corpos carbonizados no meio de uma estrada vicinal sem muita movimentação de carro. No local o delegado Marco Antônio Neves localizou uma cápsula calibre-12 e a perícia recolheu o estojo.
Os jovens mortos são de estatura mediana e pelas aparências físicas, suspeita-se que eles eram irmãos. Um deles usava brincos com um detalhe vermelho. Já o outro usava uma pulseira de prata no pulso direito. A perna esquerda de um deles ficou com parte sem ser atingida pelo fogo e se observou que ele era de pele morena e os pelos da perna estavam pintados de loiro. As vestes não foram descobertas porque o fogo queimou literalmente tudo e nenhum documento também foi encontrado.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário