quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Nomes de peso aparecem para disputar o governo da Bahia em 2014

Nem bem as eleições municipais acabaram e a corrida ao Palácio de Ondina. O PT perdeu a disputa em Salvador e já se articula para fortalecer nomes de possíveis sucessores do governador Jaques Wagner (PT). Estariam no páreo, informa a Tribuna da Bahia, nomes como: o ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli; o chefe da Casa Civil, Rui Costa; o senador Walter Pinheiro e o prefeito de Camaçari, Luiz Caetano. Além de ter que mediar a escolha dentro do próprio partido, Wagner terá que acalmar os ânimos da base aliada, com quem o consenso vai se tornar difícil. Isso porque o PSB deverá lançar a candidatura da senadora Lídice da Mata,o PSD, segundo maior partido da Bahia, poderá lançar a candidatura do atual vice-governador, Otto Alencar, e o PDT chegará ao páreo com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo. O PP chegará em 2014 com um possível racha entre o deputado Mário Negromonte e o prefeito João Henrique – caso permaneça no partido, pois ambos têm a pretensão de lançar candidatura. No campo da oposição, circula forte o nome do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). Aliás, o apoio do PMDB ao DEM na disputa em Salvador estaria condicionado ao peito em 2014. As partes negam. Outros dois nomes que circulam forte no cenário das oposições são o do ex-prefeito Antonio Imbassahy (PSDB) e do ex-governador Paulo Souto (DEM).

Nenhum comentário:

Postar um comentário